O braço flácido, o famoso “músculo do tchauzinho” é uma questão estética com a qual muitas mulheres se incomodam. A boa notícia é que em muitos casos é possível fortalecer a região usando uma técnica simples: malhação.

O problema, na maioria das vezes, é causado por uma perda ou falta de tonicidade nos músculos, na pele ou em ambos, como resultado de fatores que podem causar a perda de colágeno da pele, tais como:

Continue lendo este conteúdo para saber como combater este problema!

Quais exercícios ajudam a se livrar dos braços flácidos?

As atividades físicas melhoram a saúde física e mental. Os exercícios de braço podem ser feitos tanto em casa quanto na academia e ajudam a tonificar e fortalecer os membros superiores do corpo.

Treinar a parte superior do corpo ajuda a tonificar, endurecer, reduzir a gordura e melhorar a densidade óssea, portanto, prevenir a osteoporose. Os benefícios, vão além da estética e têm impacto na qualidade de vida.

Veja logo abaixo quais são os melhores exercícios e como fazer cada um:

1. Flexão de braço

Deite-se de barriga para baixo em um colchonete e apoie os joelhos no chão. Apoie as mãos ao lado do peito e eleve o tronco à altura do quadril. Repita esse movimento novamente.

2. Supino com halteres

Em um banco reto, coloque um halter em cada coxa e, com um empurrão das pernas, suba os halteres enquanto deita-se no banco. Segure os halteres no topo da linha peitoral, formando um ângulo de 90 graus e flexione os cotovelos para baixo até que os pesos alcancem a altura do peito.

Retorne à posição inicial e repita o movimento.

Os exercícios de braço podem ser feitos tanto em casa quanto na academia e ajudam a tonificar e fortalecer os membros superiores do corpo.

3. Remada com elástico

Em cima de uma colchonete, sente-se e estique suas pernas na sua frente, segure as extremidades do elástico e envolva-os em seus pés. Coloque suas mãos na frente do seu corpo e flexione os cotovelos.

Em seguida, retorne à posição inicial e repita o processo.

4. Remada curvada com halteres

Afaste os pés na largura do ombro com os halteres nas mãos. Em seguida, incline-se movendo o quadril para trás sem dobrar os joelhos e com a cabeça alinhada com a coluna.

Faça o movimento de puxar os halteres em direção ao quadril enquanto flexiona os cotovelos e mantém sua postura.

5. Remada unilateral com elástico

Em pé, pise sobre o elástico, enquanto segura uma ponta com uma de suas mãos e suavemente flexione seu joelho. Depois disso, afaste outra perna e mantenha seu corpo inclinado para frente.

Então, puxe o elástico na direção do corpo por algumas vezes e repita o exercício com a outra perna e o outro braço

6. Rosca direta com halteres ou elástico

Mantenha as pernas levemente flexionadas enquanto está de pé. Enquanto segura os pesos e levante os antebraços, com a parte de cima dos braços alinhada ao tronco.

Faça algumas repetições e relaxe. Você pode usar elástico neste exercício se desejar.

7. Rosca francesa com halteres

Estique ambos os braços para cima, paralelamente ao chão, enquanto segura os pesos. Flexione os dois ao mesmo tempo, fazendo um ângulo de 90° para trás.

Retorne à posição inicial e repita o movimento.

8. Tríceps paralelo na cadeira

Sentada em uma cadeira, mantenha as palmas de suas mãos no assento, de modo que elas estejam a uma distância um pouco maior do que a largura dos seus ombros.

Mantenha as pernas estendidas e apoiadas com os calcanhares no chão. Em seguida, retire o quadril da cadeira e vá descendo, flexionando os cotovelos em 90 graus.

Ao realizar este exercício de braço, mantenha seu corpo o mais perto da cadeira possível.

9. Desenvolvimento com halteres ou elástico

Fique em pé e mantenha seus braços abertos com os cotovelos flexionados e os halteres apontando para cima. Empurre os pesos, levante os braços ao lado da cabeça e, em seguida, retorne à primeira posição.

Repita os exercícios algumas vezes e, se desejar, use o elástico neste exercício.

10. Elevação frontal com halteres ou elástico

Coloque uma perna na frente da outra, levemente separando-as. Segure os halteres com as palmas das mãos voltadas para baixo e alinhe os pesos e erga os braços até a altura do peito e retorne à posição inicial.

Ao invés dos halteres, também é possível usar garrafas PET, produtos de limpeza, livros ou qualquer outro objeto pesado, como uma alternativa de peso.

Você poderá aproveitar o que já tem em casa. Além disso, as repetições de cada exercício são bastante individuais, o ideal é não fazer todos os 10 exercícios no mesmo dia.

É importante respeitar o seu corpo e treinar no seu ritmo próprio.

11. Faça atividades aeróbicas

Os exercícios aeróbicos são excelentes para reduzir a gordura dos braços. Além de exercícios de levantamento de peso e tonificação muscular, atividades aeróbicas também são úteis para livrar-se do acúmulo de gordura.

Faça quantos exercícios de fortalecimento quiser. Só que não irá adiantar nada se você não queimar antes a gordura que cobre seus músculos e tornam o braço mais flácido.

Correr, nadar, dançar, e caminhar são eficientes atividades aeróbicas para queimar a gordura do corpo. O ideal é realizar 150 minutos de exercício aeróbico moderado a cada semana ou 75 minutos de exercício intenso.

O que fazer para diminuir a flacidez dos braços?

É necessário combinar uma dieta equilibrada com exercícios de musculatura e aeróbicos para maximizar a redução da gordura nos braços flácidos

O combate ao excesso de gordura no corpo também pode ser uma das causas do visual molenga dos braços e abre as portas para outros “excessos indesejados”, como junto às axilas, (a popular “bananinha”).

Nessas situações, é necessário complementar com uma dieta equilibrada guiada por um nutricionista com exercícios de musculatura e exercícios aeróbicos para maximizar a redução da gordura corporal, que ocorre em todo o corpo em vez de apenas em uma área.

Com isso, os músculos se tornam mais visíveis e definidos e a aparência geral melhora.

Para acabar com essas gordurinhas, tratamentos estéticos complementares como equipamentos de radiofrequência e a aplicação de enzimas que funcionam no esvaziamento do conteúdo das células de gordura também podem ser usadas.

E você, o que você achou deste conteúdo? Foi útil para você? Não deixe de compartilhar com as suas amigas!

Leia também sobre: Flacidez no rosto: 9 melhores tratamentos para combater o problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *