Com o objetivo de obter a aparência que deseja mais rapidamente ou até para economizar tempo, muitas mulheres preferem fazer as cirurgias plásticas de uma só vez.

É preciso ter alguns cuidados e saber se fazer todas as cirurgias em um único dia é prejudicial. Continue lendo para entender melhor sobre o assunto!

É possível fazer quantas cirurgias plásticas?

Em certas situações, fazer duas cirurgias plásticas de uma única vez pode ser mais satisfatório, além de economizar tempo. Quem nunca sonhou em sair da sala de cirurgia com silicone, barriga chapada e uma rinoplastia?

Em geral, as cirurgias plásticas levam alguns dias ou semanas de recuperação, o que exige o afastamento das atividades do dia a dia. Por essa razão, muitas vezes as pessoas preferem fazer vários procedimentos de uma única vez.

Há algumas combinações que podem ser feitas juntas, porém, é preciso levar em conta alguns fatores. Dependendo da cirurgia, fazer duas de uma vez pode aumentar as complicações de saúde.

Tudo irá depender de alguns fatores, como o tipo de cirurgia e as condições de saúde da paciente.

Vantagens de fazer duas cirurgias plásticas uma única vez

Fazer duas cirurgias plásticas de uma só vez oferece algumas vantagens, como:

Por outro lado, optar por fazer duas cirurgias também tem as suas desvantagens, incluindo:

Sim, é possível fazer duas ou mais cirurgias plásticas de uma só vez. Contanto avalie bem para que seja feita sem exageros quanto ao tamanho das cirurgias, para evitar os riscos de complicações.

Cirurgias plásticas associadas mais comuns

Não há uma regra universal a respeito da quantidade e o tipo de cirurgias plásticas que podem ser feitas. É preciso que essa prática siga certas orientações para fornecer maior segurança aos pacientes.

Um dos pontos mais cruciais a se analisar quando se leva em conta a combinação de cirurgias é associar procedimentos que trabalham na mesma região do corpo ou em áreas próximas, com finalidades parecidas e com resultados que possam se completar.

Logo, existem certas combinações que são feitas com maior frequência, tais como:

Vale ressaltar que essas não são todas as combinações que existem. E é preciso avaliar cada caso para certificar-se de que é possível fazer essas ou outros tipos de combinações.

Quais fatores se levam em conta?

Mesmo que muitas vezes a paciente queira se submeter a mais de um procedimento cirúrgico de uma só vez, a combinação das cirurgias só será feita após atender requisitos importantes, para garantir a saúde e segurança.

Os fatores para definir quais cirurgias podem ser feitas servem para aumentar a segurança do paciente e fazer com que a recuperação seja mais tranquila.

O cumprimento desses fatores irá depender da conscientização da paciente e também da responsabilidade do médico. Veja logo abaixo alguns dos principais requisitos!

A saúde do paciente

Estar saudável é uma das maiores condições para se submeter a qualquer tipo de cirurgia, em especial, quando for fazer mais de uma. Mulheres com doenças ou problemas de saúde, como diabetes, pressão alta ou de tireoide requerem mais atenção.

Apesar de não existir um limite de idade para cirurgias plásticas, pacientes idosos tendem a apresentar condições de saúde que podem impedir a combinação.

Mesmo pacientes mais novos devem fazer alguns exames pré-operatórios para analisar suas condições clínicas. Vale notar que as condições psicológicas e o porte de cirurgias plásticas também serão analisadas.

Anestesia + Tempo de cirurgia

Cirurgias muito longas ou muito extensas na área do corpo são mais propensas a aumentar os riscos para o paciente. Por esse motivo, quando se envolve outra cirurgia, tudo precisa ser muito bem avaliado.

Tendo em vista que, além do tempo da cirurgia, também tem o tempo  da anestesia. Ambas condições associadas geram algumas mudanças no metabolismo e fisiologia do organismo, que são semelhantes ao de um trauma, estresse cirúrgico.

Pós-operatório

entenda o tempo de recuperação no pós operatório de uma cirurgia

Fazer mais de uma cirurgia em um único dia pode ser uma boa ideia, só é preciso ter em mente todas as limitações, incômodos e cuidados essenciais no pós-operatório.

Levar em conta que o pós-operatório é essencial, algumas cirurgias requerem certos cuidados no pós-operatório. Incluindo restrições de atividades e movimentos, enquanto outras não, e esse é um ponto que impede de serem associadas.

É preciso que o cirurgião certifique-se de que a paciente tem expectativas reais para o tempo de recuperação e possui condições psicológicas adequadas para lidar com os desconfortos e limitações desse período.

Compatibilidade entre as cirurgias

Uma combinação que não cai bem é a prótese de bumbum com cirurgias de mamas ou abdômen. Isso porque, no pós-operatório da cirurgia de bumbum, a paciente não poderá deitar-se ou apoiar-se sobre a região operada, o ideal é deitar-se de barriga para baixo.

Enquanto em uma cirurgia de mama ou abdome, o aconselhável é deitar-se de barriga para cima. Ou seja, uma cirurgia iria acabar comprometendo a outra, dificultando o pós-operatório.

Como você pôde ver neste conteúdo, fazer mais de uma cirurgia plástica no mesmo dia é possível, contanto que tenha um bom planejamento para certificar-se da segurança da paciente. E caso tenha gostado do assunto, não esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar com os seus amigos também!

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *