Quando se fala em cirurgia plástica, uma das primeiras coisas que vêm à mente é um pós-operatório difícil, limitante e dolorido. E isso, às vezes, pode ser a causa de muitas pessoas não recorrerem a procedimentos necessários por temer os incômodos.

Se você é deste time, continue a leitura do material e conheça mais sobre x cirurgias que têm um pós-operatório mais rápido e descomplicado. Confira no artigo.

4 cirurgias com pós-operatório rápido

A busca pela autoestima é um dos principais motivos, senão o maior, para uma ida à clínica de cirurgia plástica. Mas em muitos casos a simples menção ao termo já faz com que exista um temor natural da dor e de um pós-operatório limitante.

Claro que dependendo da complexidade da cirurgia, isso pode sim ser uma realidade. No caso dos 4 procedimentos listados abaixo, isso é relativo por serem de baixa complexidade. Dá uma olhada.

1. Lipo de papada

Também chamada de lipoaspiração do mento é o procedimento que dá fim ao queixo duplo, local de difícil redução de gordura apenas com emagrecimento.

Para as pessoas que se incomodam com o acúmulo de gordura nessa região, a cirurgia é simples e segura. Pode ser feita com anestesia local e sedação em aproximadamente 40 minutos e a alta hospitalar é no mesmo dia. A gordura é aspirada do local por um pequeno e discreto corte. 

Em dois dias, em média, o paciente já está autorizado a retomar suas atividades diárias normais. E em cinco dias, as atividades físicas podem ser liberadas. 

2. Alectomia

É o nome da cirurgia que reduz o tamanho das asas nasais. A alectomia é, na verdade, uma das etapas da rinoplastia, cirurgia que modifica a estrutura do nariz.

Na alectomia, o tamanho e a forma das narinas ficam mais harmônicas em comparação com o restante do rosto e com os traços faciais e étnicos da pessoa. Também de rápida execução, levando uma média de 30 a 45 minutos para ser feita, o pós-operatório é considerado tranquilo. São feitas por meio de dois pequenos cortes que ficam camuflados pela dobra natural da asa do nariz. 

3. Mini-lipos

Existem outras partes do corpo que acumulam gordura e que dificilmente são eliminadas apenas com o emagrecimento do paciente, por meio da alimentação associada à prática de exercício físico.

Mamas, axilas e Monte de Vênus – região acima do púbis – são estes locais. Para conseguir remover a gordura, as mini-lipos são a opção mais indicada. Por serem de baixa complexidade, ótimos resultados e recuperação acelerada estão garantidos. 

Quanto às cicatrizes, quase não existem. Os cortes são pequenos então as marcas após a cirurgia são praticamente imperceptíveis e as que ficam, tendem a desaparecer com o tempo. 

4. Otoplastia

Cirurgia plástica feita nas orelhas, a otoplastia é de cunho exclusivamente estético, portanto uma cirurgia reparadora. Com ela é feita a correção de orelhas salientes, que ficam em posição de destaque, seja por nascença, seja por sequelas de algum trauma sofrido na região. 

Forma, volume e posição são os aspectos corrigidos com essa cirurgia. Leva em torno de 60 minutos para ser realizada, utilizando anestesia local e sedação do paciente. A incisão é feita na dobra da orelha, na parte de trás. Em seguida é removido o excesso de pele e cartilagem para deixá-la mais maleável e diminuir o tamanho das orelhas.

Em pacientes infantis, o ideal é que ela seja feita até os seis anos de idade, quando a criança passa a ter mais noção do seu próprio corpo.

Gostou do nosso conteúdo? Sabemos que a cirurgia plástica é aliada da autoestima e pode significar mais qualidade de vida para as pessoas. No entanto, o receio do pós-operatório pode impedir que esse passo seja dado, por isso elaboramos esse artigo com os x procedimentos cirúrgicos com rápida recuperação. E já que estamos falando nesse assunto, que tal agora ler sobre:

–  Cirurgias reparadoras: conheça os tipos mais comuns no Brasil

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *